CDS exige 'timmings' para as obras do Governo

Onde é que o Governo Regional vai buscar verbas para acabar as obras, questionou hoje o CDS/PP.

O CDS/PP realizou uma acção política na freguesia da Ponta do Pargo, na Calheta. António Lopes da Fonseca abordou as obras previstas no anterior Programa do Governo, bem como a necessidade de esclarecer as populações sobre as actuais prioridades.

Sobre a via-expresso que liga a Fajã da Ovelha à Ponta do Pargo, uma construção tida como estratégica pelo presidente do Governo, o popular lamentou os atrasos. “Achamos que as obras não devem ficar inacabadas, mas as populações querem saber para quando o fim. O Governo Regional não deve prometer e não cumprir”.

Neste sentido, de construções que tardam a se concretizar, Lopes da Fonseca lembrou os atrasos na reconstrução após o 20 de Fevereiro e os prejuízos que advêm para as famílias e as empresas dos vários concelhos.

“É prioritário que o Governo diga, de uma vez por todas, há ‘timmings’ para acabar estas obras. E que não continue a prometer às populações que vai acabar determinadas obras e depois as verbas são escassas”.

[fblike style=”standard” showfaces=”false” width=”450″ verb=”like” font=”arial”]

[fbshare type=”button”]

 

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger