JPP atento às injustiças no setor dos serviços de transporte de passageiros

O Juntos pelo Povo (JPP) juntou vários intervenientes no setor dos serviços de transporte de passageiros em automóveis ligeiros, para as jornadas parlamentares que abordou esta temática, numa altura em que se preveem alterações na lei nacional.

Nesta iniciativa do JPP estiveram representadas diversas entidades e profissionais, nomeadamente ao nível dos taxistas, das agências de viagem, da Tuk Madeira e da Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, com a tutela dos transportes.

Durante o debate, foram levantadas questões relacionadas com a adequação da formação por parte dos profissionais, a adaptação às novas tecnologias e às necessidades de mercado, a necessidade de mais fiscalização, maior regularização e legislação uniforme no setor.

“O JPP vai estar atento à resolução de aspetos que têm vindo a ser denunciados pelos taxistas, nomeadamente na falta de fiscalização de atividades paralelas, e pretende juntar, em breve, todos os setores de transporte de passageiros ligeiros e traçar linhas de correção e de regulamentação para fazer face às situações pretensamente ilegais”, avançou Élvio Sousa, em jeito de conclusão das jornadas.

Na ocasião, o líder do Grupo Parlamentar do JPP aproveitou para abordar “a situação de irregularidade e de grande injustiça que está a acontecer no transporte de doentes não urgentes nos centros de saúde”, dando conta de inúmeras reclamações.

“Um caso mais recente diz respeito às urgências de Machico, onde diversos profissionais estão a ser impedidos de fazer serviço, com escala, numa atitude de prejuízo para os taxistas”, acrescentou Élvio Sousa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger