OMS apela à tributação das bebidas açucaradas

A Organização Mundial de Saúde (OMS) apelou à tributação das bebidas açucaradas como forma de reduzir o consumo e os seus impactos na saúde, nomeadamente no aumento da obesidade, da diabetes e das cáries dentárias.

Quando se discute, em Portugal, a introdução de um ‘fat tax’, um imposto sobre produtos alimentares que prejudicam a saúde, a OMS estima que uma política fiscal que aumente, pelo menos em 20%, o preço a retalho das bebidas açucaradas resultará numa redução proporcional do consumo desses produtos.

Os dados constam de um relatório intitulado “Políticas fiscais para a Dieta e a Prevenção de Doenças Não Transmissíveis”, citado num comunicado hoje divulgado pela agência das Nações Unidas para a Saúde.

Segundo o documento, a redução do consumo de bebidas açucaradas significa uma menor ingestão de “açúcares livres” e de calorias, uma melhoria nutricional e uma queda do número de pessoas a sofrer de excesso de peso, obesidade, diabetes e cáries dentárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger