20 anos de prisão para homem que matou a companheira no Porto Santo

O Tribunal Judicial da Comarca da Madeira condenou a 20 anos de prisão o homem que matou a 8 de janeiro, no Porto Santo, a companheira com quem vivia em união de facto. O arguido foi condenado ainda a pagar uma indemnização às filhas no valor de 137.953 euros.

O juiz considerou que o arguido, condenado pelo crime de homicídio qualificado, devia ter respeitado a família e a companheira, professora do ensino especial, com quem vivia desde 2005.

A leitura da sentença foi feita hoje no Funchal, mas o julgamento começou a 28 de setembro no Tribunal Judicial do Porto Santo.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger