Dois órgãos e um coro na Igreja do Colégio

Depois da “Aldeia de Dó Mi Sol” ter juntado mais de meio milhar de crianças na Igreja do Colégio, com a arte da contadora de histórias Sofia Maul e a organista Inês Machado, esta Igreja volta a receber hoje, pelas 21.30 horas, um concerto no âmbito do VII Festival de Órgão da Madeira.

Desta vez, João Vaz e Frank Van Wijk, acompanhados pelo Coro de Câmara da Madeira, apresentam um programa que promete ser um dos grandes momentos deste evento.

Um coro, dois órgãos. Vierne compôs a sua Messe solennelle em 1900, tendo em vista as catedrais francesas, o grande órgão dialogando com os cantores acompanhados pelo órgão de coro. Mais de um século depois, a mesma obra soará na Igreja do Colégio, através das vozes do Coro de Câmara da Madeira. Na primeira parte do concerto, uma panorâmica da produção organística holandesa dos últimos trezentos anos é apresentada por Frank van Wijk.

Estes concertos, tal como todo os outros realizados no âmbito do Festival de Órgão da Madeira, organizado pela Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura, através da Direção Regional da Cultura, e com direção de artística de João Vaz, têm entrada livre.

Pin It on Pinterest