Rio admite candidatura à liderança do PSD

Rui Rio admite candidatar-se à liderança do PSD em 2018. Em entrevista ao DN, o ex-presidente da Câmara do Porto admite avançar se partido “continuar com grandes dificuldades de aceitação junto das pessoas” e “não aparecer uma alternativa credível”.

O antigo vice-presidente e secretário-geral do PSD assume estar a ser pressionado para avançar “por militantes e não militantes”, embora o próximo congresso só deva ocorrer “em Fevereiro ou Março de 2018”.

Contudo, o antigo autarca condiciona a decisão de avançar a vários factores.

“Perceber se os apoios que eu possa ter são convictos e se acreditam mesmo em mim. Se as outras alternativas são suficientemente credíveis e robustas para servirem o PSD e o país. Se há espaço para implementar o fundamental das minhas ideias e da minha maneira de ser, que como sabe tendem a ser um pouco disruptivas relativamente à política na sua forma tradicional. Se sinto condições para gerar uma dinâmica de mudança e de desenvolvimento em Portugal. E, até, se tenho inimigos políticos correctos”, indicou Rui Rio.

Pin It on Pinterest