Juíza responsabiliza médico por mortes nos Comandos

A juíza responsável pelo caso dos Comandos, Cláudia Pina, considerou que o médico Miguel Domingues “não assegurou aos ofendidos Hugo e Dylan os cuidados médicos que o seu estado de saúde exigia”.

O despacho da juíza de instrução vai assim em sentido contrário ao da investigação do Ministério Público e da PJ Militar, que imputava crimes de natureza militar a mais arguidos, nomeadamente ofensas à integridade física agravadas, relativas a cinco instruendos (os falecidos Hugo Abreu e Dylan Silva e mais três formandos, que também foram hospitalizados).

A juíza considera que “urge assim afastá-lo [Miguel Domingues] da unidade onde decorreram os eventos (…) e suspendê-lo da prestação de serviço no Regimento de Comandos e Unidades de Saúde Militares”.

Pin It on Pinterest