Comissão Europeia distingue o Funchal no Prémio Cidade Acessível 2017

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Paulo Cafôfo, recebeu hoje, em Bruxelas, uma Menção Honrosa ao Funchal, enquanto finalista do Prémio Cidade Acessível 2017. A Comissão Europeia reconheceu “o contínuo compromisso da cidade com vista à Acessibilidade em circunstâncias geográficas difíceis”, tendo o Funchal sido uma das sete cidades premiadas em todo o continente europeu, ao lado de Chester (Reino Unido), Roterdão (Holanda), Alessandria (Itália), Jurmala (Letónia), Lugo (Espanha) e Skelleftea (Suécia).

A Comissão Europeia reconheceu “que este município insular, apesar do difícil terreno vulcânico, assegurou que todas as suas praias, principais pontos turísticos, hotéis e espaços públicos sejam acessíveis, de forma a que tanto os residentes como os turistas com deficiência tenham as mesmas oportunidades do que a restante população para desfrutar das suas férias”. Para Paulo Cafôfo, “este reconhecimento da Comissão Europeia é uma honra tremenda, à luz de tudo o que temos feito em termos de Acessibilidade e Inclusão nos últimos três anos. Tem sido um trabalho de fundo, em áreas tão distintas como a Mobilidade, o Urbanismo, as Infraestruturas e Equipamentos e o Turismo.”

O presidente acrescentou que “definimos como prioridade estratégica tornar a cidade mais acessível e mais inclusiva e é com orgulho que os resultados estão à vista. O Funchal quer ser um destino de excelência para o Turismo Inclusivo, a partir da premissa de que a boa oferta turística deve ser sempre resultado de um território sustentável para as nossas pessoas.”

O Funchal foi a única cidade portuguesa entre os finalistas do Prémio Cidade Acessível 2017, o que Paulo Cafôfo considera não ser nenhum acaso, dando como exemplo várias práticas de excelência, de que se destaca “o caso emblemático da Praia Formosa, que continua a ser a única praia do país com acesso ao mar para deficientes motores e visuais, fruto da aplicação de uma tecnologia inovadora.”

O presidente conclui que “este é um prémio reservado às cidades que têm melhorado de forma visível a acessibilidade em aspetos essenciais da vida urbana e é isso que continuaremos empenhadamente a fazer, até tornar o Funchal na melhor cidade portuguesa para viver e visitar em 2020.”

Pin It on Pinterest