Polícia Marítima interceta espanhóis em pesca ilegal na Reserva da Selvagem Pequena

A equipa da Polícia Marítima, de serviço no Posto do Comando-local da Polícia Marítima do Funchal nas ilhas Selvagens, intercetou durante a tarde de hoje, dia 13 de dezembro, uma embarcação semirrígida de nacionalidade espanhola, proveniente de Tenerife, com quatro tripulantes espanhóis a bordo, que exerciam a atividade da pesca no interior da Reserva Natural da Selvagem Pequena, atividade proibida nesse local, de acordo com o Plano de Ordenamento e Gestão das Ilhas Selvagens.

Os tripulantes da embarcação, ao constatarem a aproximação da embarcação da Polícia Marítima, AMN-10-SG BARRACUDA, encetaram fuga, tendo, no entanto, sido intercetados ainda dentro da área da reserva natural.

Efetuada a fiscalização a bordo da embarcação, foi constatado a existência de diverso material de pesca, nomeadamente material de caça submarina e canas de pesca, bem como cerca de 100 kg de pescado diverso, nomeadamente de espécies proibidas.

Os cidadãos espanhóis, a embarcação (com sete metros de comprimento e um motor de 225HP de potência), os equipamentos de pesca e todo o pescado foram encaminhados para o Posto da Polícia Marítima na Selvagem Grande, onde foram tomadas as diligências necessárias. Ouvidos os infratores, estes confirmaram a prática da atividade ilegal de pesca no interior da Reserva Natural da Selvagem Pequena. Como medida cautelar foram apreendidos todos os equipamentos utilizados na atividade ilícita e o respetivo pescado, que será posteriormente encaminhado para a Direção Regional de Pescas.

Da infração foi levantado o respetivo auto de notícia, que será encaminhado para o Instituto das Florestas e Conservação da Natureza (IFCN), organismo competente para a instrução e decisão do respetivo processo de contraordenação.​

Pin It on Pinterest