Detenções por narcotráfico e coação à autoridade pública

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública da Madeira informa que, ontem, no âmbito de uma operação de combate ao comércio ilegal de drogas proibidas desenvolvida pela Esquadra de Investigação Criminal – Divisão Policial de Câmara de Lobos, procedeu à detenção em flagrante delito de quatro indivíduos, todos do género masculino, com idades compreendidas entre 24 e 35 anos de idade, residentes no concelho de Câmara de Lobos, indiciados da prática do crime de tráfico de estupefacientes e dos crimes de injúrias, ameaças e coação à autoridade pública.

A intervenção policial visou a interceção e detenção de um narcotraficante no interior de um bairro social do concelho de Câmara de Lobos, ao qual foram apreendidas mais de 430 doses individuais de uma substância proibida, identificada como sendo haxixe, e ainda diversos objetos e materiais utilizados para o corte e embalagem de drogas ilegais.

Depois da concretização da detenção do visado pela investigação, o efetivo da Polícia de Segurança Pública foi alvo de ofensas e ameaças graves por parte de três cidadãos que se oponham ao cumprimento da missão, o que levou à sua detenção e imediata condução para as instalações policiais, sob custódia.

No arco da operação, foi ainda identificado um quinto suspeito, ao qual foram apreendidas 18 doses individuais de haxixe e uma quantia monetária, sendo o mesmo constituído arguido no processo-crime sob investigação da Polícia de Segurança Pública.

As diligências contaram com a colaboração das Equipas de Intervenção Rápida (EIR) do Funchal e com os binómios cinotécnicos da Força destacada da Unidade Especial de Polícia – Comando Regional da Madeira.

Os quatro detidos foram constituídos arguidos e sujeitos a termo de identidade e residência, sendo apresentados durante o dia de ontem e esta manhã no Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca Judicial da Madeira.

Pin It on Pinterest