Madeira quer subir quota de medicamentos genéricos

Este foi um dos temas em análise na reunião que o secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, manteve com a seção regional da Madeira da Ordem dos Farmacêuticos. A quota de genéricos dispensada nas farmácias da Região ainda é muito baixa comparativamente ao todo nacional, situando-se nos 30% do total de medicamentos vendidos, pelo que ficou assente a necessidade de promover um maior recurso a estes medicamentos mais baratos, com a  mesma qualidade e segurança que os medicamentos habitualmente designados de “medicamentos de marca” ou seja medicamentos cujo a patente do produto original expirou.

Além deste assunto, o secretário regional da Saúde manifestou a esta ordem profissional estar em sintonia com os projetos que as farmácias pretendem vir a desenvolver em breve, nomeadamente todos os que trarão benefícios diretos para os utentes. Assim, em cima da mesa estiveram a vida verde do medicamento,  a Plataforma de Dados da Saúde , o projeto piloto para uma maior articulação entre as unidades de saúde familiares e as farmácias, entre outros.

Pin It on Pinterest