Números oficiais não reflectem empregabilidade dos diplomados

Os números oficiais sobre a empregabilidade dos cursos do Ensino Superior não representam a realidade dos diplomados desempregados, revela um relatório do Tribunal de Contas (TC), divulgado ontem.

A taxa de desemprego dos diplomados oficial divulgada pela Direcção-Geral de Estatísticas de Educação e Ciência (DGEEC) é de 8%, mas os relatores do TC lembram que esta apenas considera os inscritos nos centros do Instituto do Emprego e Formação Profissional, “não sendo, assim, representativa do universo dos desempregados”.

“Acresce ainda a possibilidade de existirem diplomados que, apesar de registados nos centros de emprego, podem estar a trabalhar, mas numa área que não da sua formação, ou até, não ter informado ou cancelado a inscrição no IEFP”, lê-se no referido documento.

O relatório incide no ano lectivo 2012-2013 e aponta a existência de 27 cursos em que a taxa de desemprego é nula.

Pin It on Pinterest