Detenção de intervenientes numa associação criminosa

A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional Contra Terrorismo (UNCT), em inquérito titulado pelo DIAP do Barreiro, identificou e deteve três homens presumíveis intervenientes numa associação criminosa, a que se imputa a autoria da prática de duas tentativas de homicídio de agentes da PSP, bem como um crime de roubo qualificado a funcionário de empresa de segurança, que integrava a tripulação de uma carrinha de transporte de valores, factos que ocorreram no interior das instalações do Continente do Barreiro, em Outubro de 2016.

No decorrer desta ação criminosa, já na fuga, existiu um confronto, com troca de tiros, com elementos da PSP, de que resultou a morte de um dos assaltantes e ferimentos graves num outro.

As pessoas foram agora detidas, depois de, no decurso da investigação, terem sido carreados elementos probatórios que levaram à sua identificação como comparticipantes nos crimes acima identificados.

Os detidos, já com antecedentes criminais, foram sujeitos a primeiro interrogatório judicial sendo-lhes aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Pin It on Pinterest