CMF dedica fevereiro a visitar Santa Luzia

Os Encontros com as Pessoas, as Presidências Abertas da Câmara Municipal do Funchal, começaram as iniciativas na freguesia de Santa Luzia, com uma reunião entre o Executivo Municipal, liderado pelo Presidente Paulo Cafôfo, e o Presidente da Junta de Freguesia, José António Rodrigues.

Foi o pontapé de saída de um mês de visitas previstas a toda a freguesia, que vão percorrer intervenções ao nível das obras públicas, reunir com instituições e associações ali instaladas e, ainda, desenvolver os habituais contactos de proximidade com os residentes.

Ontem, edilidade e junta puderam discutir planos para a freguesia a médio e longo-prazo, sendo que a criação de novas centralidades, com destaque para a reformulação do antigo Matadouro do Funchal, num projeto ao nível das indústrias criativas, foi a matéria central do encontro. Santa Luzia será a sétima freguesia do Funchal a ser abrangida pelos Encontros com as Pessoas, que começaram em junho de 2016.

Paulo Cafôfo começou por descrever Santa Luzia, de onde é natural, “como uma freguesia de cariz urbano, com uma população um pouco envelhecida, o que tem levado a Autarquia a estudar diversas alternativas no sentido de criar novas centralidades e de regenerar pontos-chave da freguesia”, ideia na qual foi secundado por José António Rodrigues. O Presidente da Junta agradeceu a visita do Executivo Municipal, admitindo que, a nível de acessibilidades e saneamento, as principais intervenções em Santa Luzia já estão lançadas.

Foi abordada, para o efeito, a renovação da rede de abastecimento de água potável e de saneamento básico também na rua do antigo Matadouro, num investimento na ordem dos 100 mil euros, em vias de ser finalizado.

No que respeita aos esforços de regeneração, o Presidente aludiu, de seguida, à Área de Reabilitação Urbana, “criada em 2014 pelo atual Executivo, para reabilitar o Centro Histórico do Funchal, e que delimitou uma área de 1,13 km 2 , onde se inclui, naturalmente, o núcleo histórico Santa Luzia”, apresentando, por fim, à equipa da Junta aquele que é um dos maiores projetos em carteira do seu Executivo, que é a transformação do antigo Matadouro do Funchal num centro de criatividade, empreendorismo e inovação social.

Segundo Paulo Cafôfo, “o objetivo é tornar o Matadouro num espaço multifacetado e moderno, com um auditório para espetáculos, um espaço para exposições e instalações destinadas à incubação de startups. O Matadouro passará a ser uma estrutura de referência no Funchal”, concluiu o Presidente.

No calendário de visitas para este mês, estão já confirmadas as visitas ao Colégio de Santa Teresinha, ao Instituto Superior de Administração e Línguas (ISAL), ao Centro de Apoio ao Sem-abrigo (CASA), ao Lar Vale Formoso e ao Centro Comunitário de Santa Luzia.

Pin It on Pinterest