Mãe de Daniel foi absolvida

Lídia Freitas, acusada pelo Ministério Público dos crimes de rapto e tráfico de pessoas, foi absolvida pelo Tribunal da Instância Central da Comarca da Madeira.

O caso remonta a 19 de Janeiro de 2014, dia em que o seu filho, Daniel, então com 17 meses, foi dado como desaparecido no decorrer de um almoço em casa de familiares, realizado na Calheta.

O colectivo presidido pela juíza Carla Menezes considerou que “nenhuma prova produzida concluiu que os acontecimentos sucederam na forma como veio descrita na acusação”.

Sem prova cabal” do envolvimento da mãe do menino no desaparecimento, o tribunal não teve outra alternativa que “lançar mão do princípio jurídico do ‘in dúbio pró reo’ e absolver a arguida”, disse a juíza.

Segundo o tribunal, também não ficou provado em audiência que a mãe do menino tenha “engendrado um plano para vender o filho”.

Mãe de Daniel foi absolvida
Classificar este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X