Carlos Costa quer responder na Assembleia da República

O governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa quer responder na Assembleia da República a “um conjunto de acusações à supervisão que distorcem aquilo que é a realidade do que se passou”. Em causa estão informações divulgadas pela SIC sobre a intervenção do governador do Banco de Portugal (BdP) no âmbito do caso BES.

O jornal Expresso indica que o líder do banco central escreveu uma carta à presidente da Comissão Parlamentar de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, Teresa Leal Coelho, em que se disponibiliza para “repor a verdade” quanto à divulgação de que ignorou vários alertas relativos ao Grupo Espírito Santo.

Na reportagem intitulada “Assalto ao Castelo”, que a SIC transmitiu na semana passada, Costa é acusado de ter desconsiderado um relatório do BPI que apontava para uma dívida do GES de cerca de seis mil milhões de euros e de não ter prestado atenção aos técnicos do BdP que o aconselhavam a reavaliar a idoneidade de Ricardo Salgado, o presidente do BES.

Pin It on Pinterest