Homem fazia-se passar por estrela da música para abusar de menores

Um homem de 42 anos, que fazia-se passar por Justin Bieber no Facebook e no Skype para abusar de menores, foi detido pela polícia de Queensland, na Austrália.

De acordo com o anúncio feito hoje por aquela força policial, o homem usava a internet para fazer crer a fãs do cantor que era a estrela da música. Depois pedia-lhes imagens explícitas.

O homem tem mais de 900 acusações relacionadas com abuso sexual de menores. Entre os crimes, que terão começado em 2007, estão violação, abuso de menores e criação de pornografia infantil.

“Esta investigação demonstra a vulnerabilidade das crianças nas redes sociais e aplicações de comunicação”, referiu a polícia em comunicado. “O facto de tentas crianças poderem acreditar que estão a falar com esta celebridade em particular reforça a necessidade de repensar a forma como a sociedade educa as nossas crianças sobre a segurança online.”

Pin It on Pinterest