“Prémios SOS Azulejo” entregues a 22 de maio

A Polícia Judiciária, através do seu Museu, informa que o júri dos “Prémios SOS Azulejo 2016”, presidido pelo Professor Vítor Serrão, selecionou no passado dia 18 de Abril os galardoados deste ano, tendo sido atribuídos 8 Prémios e 6 Menções Honrosas.

O “Prémio extra concurso Obra de Vida” será atribuído ao Arq. Álvaro Siza, que receberá o galardão das mãos da pintora Graça Morais, vencedora do ano passado nesta categoria.

A cerimónia de entrega dos “Prémios SOS Azulejo” realizar-se-á no Palácio Marquês da Fronteira, no próximo dia 22 de maio, pelas 15h00.

LISTA DE PREMIADOS:

Prémio “Além-fronteiras”: Dora Monteiro e Silva de Alcântara, Stella Regina Soares de Brito e Tahis Alessandro Bastos Caminha Sanjad; “AZULEJARIA EM BELÉM DO PARÁ – Inventário – Arquitetura civil e religiosa – Século XVIII ao XX”.

Prémio “Intervenção Artística”: Andreas Stö;cklein (Ratton Cerâmicas Lda.); Intervenção artística – Túnel do Quebedo, Setúbal.

Menção Honrosa “Intervenção Artística”: Carlos Manuel Valentim Aurélio; Trabalho artístico: painel de azulejos, Escola Secundária D. Sancho II de Elvas.

Prémio “Investigação em História de Arte”: Joaquim Vitorino Videira Eusébio; “As representações de Santo António (1190-1231) na azulejaria portuguesa dos séculos XVII e XVIII. A Construção de um mito”.

Menções Honrosas “Investigação em História de Arte”: Câmara Municipal de Faro – Museu Municipal de Faro; “António Macedo Ramalho Ortigão e a coleção de azulejaria do Museu Municipal de Faro: um homem da Marinha e o seu gosto pela arte”; Pedro José Bodião Fernandes da Rocha; Estudo a partir de tese de mestrado “A Quinta dos Azulejos”.

Prémio “Exposição e Catálogo: Museu de Lisboa – Palácio Pimenta; Exposição e Catálogo “Fragmentos de Cor. Azulejos do Museu de Lisboa”.

Prémio “Tese de Doutoramento na área de Conservação e Restauro”: Mathilda Larsson Dias Coutinho; “Biological colonization on majolica glazed tiles: biodeterioration, bioreceptivity and mitigation strategies”.

Prémio “Estudo e Divulgação”: Rosário Salema de Carvalho e Libório Manuel Silva; “Azulejo em Braga – O Largo do Tempo do Barroco”.

Prémio “Boas Práticas”: Infraestruturas de Portugal, S.A.; Ações na Área da Segurança. Inventariação. Manutenção. Proteção.

Menções Honrosas “Dissertação de Mestrado”: Adriana Anselmo de Oliveira; “Jorge Barradas e seus Caprichos. Conservação e Restauro de um painel”; Inês Leitão; “A arte pública e a construção do lugar. A presença do azulejo (1970-2013)”.

Menção Honrosa “Intervenção de Conservação e Restauro”: Parques de Sintra – Monte da Lua, S. A.; Conservação de restauro da Cozinha Real do Palácio Nacional de Sintra: estudo, diagnóstico e intervenção.

As entidades parceiras do Projeto “SOS Azulejo” instituíram em 2010 Prémios de Proteção e Valorização do Património Azulejar português (e/ou de origem/tradição portuguesa) designados “Prémios “SOS Azulejo””, cuja atribuição é anual.

Os Prémios SOS Azulejo têm por objetivos: Reconhecer, valorizar, dar visibilidade e fomentar ações de proteção e valorização do património azulejar português e/ou de origem/tradição portuguesa; Contribuir direta e indiretamente para a segurança, a conservação e o restauro certificados, o estudo, o usufruto e a divulgação adequados do património azulejar português e/ou de origem/tradição portuguesa; Reforçar e incentivar a ligação e o orgulho das populações e das instituições em território português pelo seu património azulejar e/ou, noutros países, pelo seu património azulejar de origem/tradição portuguesa; Encorajar e apoiar projetos, estudos e ações de qualidade que aproveitem, valorizem e dinamizem o potencial do património azulejar português.

O “Projeto SOS Azulejo” é de iniciativa e coordenação do Museu de Polícia Judiciária e conta com as seguintes parcerias: Associação Nacional de Municípios Portugueses; Direção Geral do Património Cultural; Rede de Investigação em Azulejo da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa; Instituto Politécnico de Tomar; Universidade de Aveiro; Guarda Nacional Republicana e Polícia de Segurança Pública.

Pin It on Pinterest