Bombista de Manchester agiu por vingança

A irmã de Salman Abedi, o alegado autor do atentado da passada segunda-feira em Manchester, afirmou ao Wall Street Journal que o irmão agiu como forma de vingança pelas várias mortes de muçulmanos na Síria. Jomana Abedi disse que o irmão viu “crianças muçulmanas a morrer em todo o lado e queria vingança”.

“O meu irmão viu bombas americanas a serem lançadas sobre crianças e quis vingar-se. Se conseguiu ou não, é entre ele e Deus”, apontou a irmã do suposto homem-bomba.

O jornal adianta ainda que a família de Salman tinha notado que o rapaz de 22 anos tinha adoptado posições religiosas cada vez mais extremistas, suspeitando-se que os próprios pais poderiam saber que o filho estaria a preparar algum acto violento contra pessoas não muçulmanas.

Foi por isso que o pai do bombista, Ramandan Abedi, foi esta quarta-feira detido em Trípoli, capital da Líbia, onde também já tinha sido levado para interrogatório o irmão mais novo, Hashem Abedi. Ambos são suspeitos de estarem ligados a grupos terroristas islâmicos.

Pin It on Pinterest