NATO deve focar-se no combate ao terrorismo e na imigração

O presidente dos EUA considera que a NATO do futuro não apenas deve focar-se no combate ao terrorismo e na imigração” como também estar particularmente atenta às “ameaças da Rússia. Donald Trump disse-o no arranque do encontro entre os líderes dos Estados que integram a aliança de segurança transatlântica, recordando aos chefes de Estado e de Governo as suas responsabilidades de contribuição para a organização militar.

Segundo o presidente norte-americano, uma contribuição financeira de “2% do PIB é o mínimo para enfrentarmos as ameaças actuais”. No encontro magno da organização, Trump também aproveitou para dar um «puxão de orelhas».

“23 das 28 nações não pagam o que deviam pela sua defesa e isto não é justo para as pessoas e contribuintes dos EUA. Muitas destas nações devem muito dinheiro de anos passados”, disse Trump, lembrando que, nos últimos oito anos, “os EUA gastaram mais em defesa que todos os países da NATO juntos”.

Pin It on Pinterest