Petição foi lançada contra preços das rendas em Lisboa

Foi lançada uma petição contra os “preços absurdos” das rendas cobradas em Lisboa, recentemente publicada no site Petição Pública. É dirigida ao Presidente da República, ao primeiro-ministro, ao presidente da Assembleia da República e ao presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

O intuito desta petição é fazer chegar até aos nossos ministros o desagrado perante as rendas pedidas na cidade de Lisboa, para que os mesmos tomem uma atitude/posição”, lê-se no texto que acompanha a mesma. “Questiono como é possível uma renda ser superior ao ordenado mínimo? Será que Lisboa é só para ser habitada por alguns?”

A petição realça que estão a ser cobrados quartos de 350€ aos estudantes, que o ordenado mínimo é de 557€ e que as rendas das casas rondam os 600-700€.

A Câmara Municipal de Lisboa tem o programa Re-habitar”, lê-se ainda na petição. “De facto é uma ajuda, mas as zonas (…) não são de todo as mais agradáveis.”

A petição pretende que as rendas sejam inspeccionadas, que haja um maior controlo e que haja uma lei que iguale os valores das rendas em conformidade com o ordenado mínimo.

Pin It on Pinterest