Militar português morre no Mali

Um militar português ao serviço da missão da União Europeia no Mali morreu na sequência de um ataque terrorista ocorrido ontem, nas imediações de Bamako, anunciou hoje o Estado-Maior General das Forças Armadas.

Segundo o comunicado, o local onde ocorreu o ataque, Hotel Le Campement Kangaba, “é reconhecido e autorizado pela Missão de Treino no Mali – ao serviço da qual estava o militar – como `Wellfare Center” entre os períodos de actividade operacional dos militares que prestam serviço naquele país.

Um inquérito “no sentido de esclarecer as circunstâncias que envolveram o ataque terrorista em Bamako” já foi instaurado, adiantou o EMGFA.

“Encontravam-se no local vários militares da Força Internacional de diversos países, entre os quais dois portugueses. Mais se informa que o segundo militar Português saiu ileso deste ataque”, refere o EMGFA.

O militar português que morreu no Mali na sequência de um ataque terrorista no domingo tinha 40 anos, era natural de Valongo e prestava serviço no Comando de Pessoal no Porto.

Uma nota do Exército adianta que o militar morreu “devido a confrontos ocorridos na sequência de um ataque de elementos rebeldes que provocou outras baixas entre elementos de outros contingentes”.

Militar português morre no Mali
Classificar este artigo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

X

Pin It on Pinterest

X