CMF reforça aposta nas Zonas Altas

A Câmara Municipal do Funchal vai avançar para o prolongamento da Vereda do Boliqueime, em Santo António. A nova estrada entre a rotunda da Vasco Gil, na Cota 500, e o Caminho do Trapiche já está adjudicada e representará um investimento municipal de 450 mil euros.

O Presidente Paulo Cafôfo considera tratar-se de “mais uma obra que é uma reivindicação antiga da população de Santo António e que será uma ligação fundamental para a população que vive no Boliqueime.” O prolongamento da vereda tem um prazo de execução estimado de 270 dias, a partir do início das obras.

O Presidente lembra “o esforço que o atual Executivo camarário tem feito para canalizar investimento para as Zonas Altas do Funchal, concretizando um compromisso que deixámos muito claro e que temos assumido no terreno nos últimos anos. As Zonas Altas estiveram sempre na agenda política de toda a gente, mas a verdade é que nas últimas décadas escasseou sempre ação concreta e um investimento claro, que fizesse a diferença no que respeita à qualidade de vida as pessoas que ali vivem.”

O Executivo liderado por Paulo Cafôfo definiu, contudo, as suas prioridades de investimento em três áreas – as pavimentações, o saneamento básico e as novas acessibilidades – “e é isso que continuamos a fazer de forma progressiva, equilibrada e integrada, neste caso, com uma obra que terá um impacto profundo na beneficiação das acessibilidades naquela zona”, explicou Paulo Cafôfo, recordando, de resto, que “mesmo numa conjuntura difícil, com os obstáculos que todos conhecem, investimos neste mandato 7 milhões de euros nas zonas altas do Funchal.”

O autarca destaca, ainda, outro aspeto que considera decisivo para o resultado final: “esta obra só será possível porque teve a colaboração determinante dos moradores, nomeadamente com a cedência de terrenos necessários à abertura da estrada, o que acelerou todo o processo. Quanto mais vezes pudermos contar com a colaboração dos proprietários, mais rápido poderemos concretizar os sonhos e os anseios da população e é importante passar essa mensagem.”

A obra em questão vai alargar a pequena vereda existente no Boliqueime, numa extensão aproximada de 330 metros, melhorando as condições de acessibilidade existentes para a circulação viária naquele núcleo habitacional, passando a ficar asseguradas necessidades básicas da população residente, como é o caso da recolha do lixo, do acesso de meios de emergência e segurança e do acesso dos veículos particulares às respetivas habitações, com os impactos que isso contempla no dia-a-dia de qualquer família. Estão igualmente previstas a execução das infraestruturas de redes de água potável, residual e pluvial e, devido às cotas baixas da recolha dos esgotos, será executada uma nova estação elevatória. A rede de iluminação pública será refeita e melhorada, em colaboração com a Empresa de Eletricidade da Madeira, e as serventias existentes serão, por fim, repostas com nova configuração, tendo em conta as cotas de projeto do arruamento.

Pin It on Pinterest