Governo de Espanha disposto a negociar com a Catalunha

O Governo de Espanha está disposto a negociar uma maior transferência de dinheiro e de autonomia financeira para a Catalunha se a região desistir dos seus “planos de independência”.

“Quando abandonarem os planos de independência, podemos falar”, lê-se hoje na entrevista do jornal britânico Finantial Times a Luís de Guindos, o ministro da Economia espanhol, considerando que a “Catalunha já tem muita autonomia” mas, mesmo assim, seria possível falar no futuro “numa reforma do sistema de financiamento e de outros assuntos”.

O Tribunal Constitucional espanhol, recorde-se, suspendeu no início do mês, como medida cautelar, todas as leis regionais aprovadas pelo Parlamento e pelo Governo da Catalunha que davam cobertura legal ao referendo de autodeterminação convocado para 01 de Outubro.

A quase uma semana da consulta popular, que ainda não se sabe se se vai realizar, tem aumentado a tensão entre os separatistas e as instituições espanholas que tentam impedir a realização do referendo. A polícia confiscou ontem, nos arredores de Barcelona, quase 10 milhões de boletins de voto que iam ser utilizados no referendo e deteve 14 pessoas alegadamente envolvidas na preparação da consulta popular.

Pin It on Pinterest