Navio patrulha Tejo termina missão ao serviço da Agência Europeia FRONTEX

Após dois meses de missão, o NRP Tejo regressa a Lisboa, depois de ter estado ao serviço da agência europeia FRONTEX, na operação TRITON 2017.

No total, o navio navegou 759 horas e percorreu mais de 8000 milhas náuticas, das quais 504 horas e cerca de 5200 milhas náuticas na área de operações. Dos 49 dias que efetuou patrulha em águas territoriais italianas, o NRP Tejo participou na interceção de 3 veleiros, perfazendo um total de cerca de 140 migrantes salvos no mar, com a colaboração o das autoridades italianas, Guardia di Finanza e Guardia Costiera, contribuindo assim para uma ajuda fulcral no controlo das fronteiras externas europeias e redução do fluxo migratório ilegal, proveniente maioritariamente do médio oriente e continente africano. Pelo Tejo, passaram ainda 3 agentes da Guardia di Finanza e 2 inspetoras do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), que muito contribuíram para uma missão concluída com sucesso.

O NRP Tejo regressa à Base Naval mas em outubro tem já prevista uma nova comissão desta vez na Zona Marítima da Madeira, para onde largará a 16 de outubro.

Pin It on Pinterest