“Jovens procuram a reflexologia para obter maior aproveitamento escolar”

O reflexólogo Eduardo Jesus afirmou ao «Tribuna» que a reflexologia tem tido resultados positivos, a nível de alívio da dor, na área da oncologia.

Eduardo Luís alerta ainda para os “falsos terapeutas” e adiantou que irá organizar o 10º Congresso Internacional de Reflexologia, em Ourem, em maio de 2018.

Tribuna da Madeira (TM) – A Semana Mundial da Reflexologia assinalou-se também na Madeira. Qual é o principal objetivo da comemoração desta data?

Eduardo Luís (EL) – Este evento tem como desígnio: Desmistificar a Reflexologia como ciência e todos os mitos que surgem em torno desta, devido à falta de conhecimento; Difundir, despertar e consciencializar a terapia ao público em geral, para o carácter holístico e os seus benefícios no ganhos em Saúde; Valorizar todos os Reflexólogos qualificados e com carteira profissional; Dar a conhecer os casos de sucesso em diferentes patologias através da Reflexologia. Os desafios que se colocam à regulamentação das MT no âmbito da União Europeia às Medicinas não Convencionais, nomeadamente a reflexologia e a todas as terapias que tem tido um papel importante numa sociedade e comunidade como a nossa , onde vamos ao encontro das pessoas .

TM – Que iniciativas é que o Centro de Reflexologia da Madeira promove na comemoração deste evento?

EL – Para comemorar esta iniciativa vamos estar na Semana da Saúde do MMC (Medical Center), até ao dia 30 de outubro, fazendo demonstrações de reflexologia para os seus colaboradores, no Infantário planeta das Crianças com uma conferência sobre a reflexologia Infantil e demonstrações para os pais. Estivemos em Ourém no espaço ‘Om Shanti’ onde os alunos do curso de reflexologia fizeram demonstrações de reflexologia, e em Lisboa foi promovido no Estádio do Jamor pela colega Maria João. Muitas demonstrações para todos gratuitamente nos jardins do Lido e Praça do Povo.

TM – As pessoas estão a aderir mais à Reflexologia, nomeadamente os madeirenses?

EL – De acordo com os dados mais recentes da Organização Mundial de Saúde verifica-se, na última década, um ressurgimento global da utilização das medicinas tradicionais (MT) e das Medicinas Alternativas ou Complementares (MAC) quer nos Países em desenvolvimento quer nos Países desenvolvidos. Hoje este grupo de Medicinas desempenha um papel cada vez mais importante nos Sistemas Nacionais de Saúde pelo que a segurança, a eficácia, bem como o controlo da qualidade do seu exercício é uma prioridade para a saúde pública e para os cidadãos. E como tal os bons resultados da reflexologia são fantásticos a todos os níveis, quer a nível alívio da dor, na área da oncologia, nas crianças e problemas neurológicos.

TM – A Reflexologia deixou de ser um tabu?

EL – O tabu, em linguística, é a imposição de uma proibição de dizer nomes de certas coisas ou pessoas. Normalmente, para escapar aos tabus, utilizam-se eufemismos ou disfemismos, e graças a deus e a mudança de paradigma as pessoas já nos respeitam e a gnose em relação a estas áreas, terapias complementares e já conseguem perceber que através da reflexologia temos a capacidade de realizar estudos e projectos de investigação, temos capacidade em aplicar meios e diferentes técnicas de prevenção e reabilitação, temos a capacidade de realizar a historia clínica e avaliar a condição energética do paciente e como tal conseguimos ajudar a que o cliente ou paciente ao nos procurar encontre um amigo, um terapeuta qualificado e capaz do ajudar. Por isso, já não encontro Tabu, mas alerto sim para muito boa gente sem formação e experiência na reflexologia ou outra terapia fazendo.

TM – Quais as doenças em que a prática de Reflexologia tem sido aplicada? E em quais têm sido mais procurada para a prática deste tipo de ajuda?

EL – Cada vez mais as pessoas nos procuram por várias razões, com sintomas e patologias diferentes e não podemos nos esquecer o que é a reflexologia. Durante um tratamento de reflexologia há vários mecanismos, intrínsecos e extrínsecos, que põe em marcha o processo de cura do organismo. Do ponto de vista abrangente da ecologia poder-se-à afirmar que todos eles são responsáveis pelos resultados observados nos tratamentos reflexológicos. Será um deles mais importante que outro? Talvez. Todavia, mais importante que focar a atenção no mecanismo responsável pelas transformações no organismo humano durante, e após, um tratamento de reflexologia, será a observação dos resultados obtidos. Por isso, cada vez mais procuram na área da oncologia onde esta tem um papel importante no equilíbrio homeostático, a nível neurológico a nível físico e emocional, para controlar ansiedade e o stress, A nível musculosquelético para dores nas articulações, costas, torcicolos, gota, reumatismo, enfim a reflexologia vai ao encontro do equilíbrio e relaxamento geral.

TM – Que faixas etárias têm tido maior procura por esta técnica?

EL – O Centro de Reflexologia da Madeira é pioneiro na arte de (saber – fazer) reflexologia infantil nas escolas em que desde bebé já devemos mexer nos pés dos mesmos, com muitas finalidades e com bons resultados. Por isso os pais estão de parabéns pois confiam nos seus filhos, mas também as escolas como o Canto dos Reguilas como o Infantário Planeta das Crianças. Todas as pessoas deveriam fazer reflexologia e como tal a faixa etária, além das crianças que são muitas, anda à volta de uma faixa etária dos 20 até aos 80 anos.

TM – De que modo a Reflexologia pode ajudar no âmbito dos estudos dos jovens?

EL – Posso afirmar, citando a Dr.ª Mae-Wan Ho, que, enquanto seres vivos, estamos integrados num arco-íris da vida. Um espectro que ascende da terra até à atmosfera. Nenhuma actividade humana é fruto de um único elemento – há sempre uma dança contínua entre os quatro elementos. É esta dança que faz de nós quem somos. Sem um fluir de energia entre os vários elementos o indivíduo fica encuralado na sua própria existência, afastando-se da realidade dos demais. Tornar-se-à assim difícil experienciar a

Espiritualidade da vida interligada. Alguns indivíduos ficam presos num extremo, aumentando o domínio de um elemento sobre os demais. Quando isto acontece, existe sempre a possibilidade, ao querer mudar, de saltar para os excessos do elemento oposto. E como tal conseguimos ajudar com libertação de endorfinas a concentração e melhor memoria como controle da ansiedade em alturas de exames. Muitos jovens procuram a reflexologia com terapeutas qualificados para poderem obter maior aproveitamento escolar.

TM – De que modo é que a Reflexologia poderá estar associada associada a uma alimentação saudável?

EL – A reflexologia através de estímulos nos pés, nas mãos ou na face, vai ajudar a que o cliente consiga estar bem, onde incentivamos e ajudamos a que haja uma mudança de paradigma em relação à maneira de pensar, de agir, de respirar e de comer.

Através da reflexologia consigo ajudar que o seu metabolismo fique em equilíbrio energético.

TM – Quais são as novidades que o Centro de Reflexologia tem para este ano?

EL – Bem, sem dúvida o papel que tenho desenvolvido em Portugal a nível da formação e atendimento tem sido notório os resultados. Cada vez mais pessoas querem aprender reflexologia qualificada e com experiência dos formadores, os grandes resultados fizeram me querer amar ainda mais esta terapia maravilhosa.

Tivemos a Semana Mundial de Reflexologia e no fim de Outubro estarei presente em mais um congresso na China. É de frisar que este ano já estive na Suíça e Holanda em congressos e formações.

Sem duvida este ano tem sido um ano muito positivo pela valorização pessoal, como profissional, em que fui nomeado para em março de 2018 abrir um congresso em Paris.

E novamente um congresso que irei organizar, o 10º Congresso Internacional de Reflexologia que será em Ourem, Fátima, em maio de 2018 .

TM – Que conselho deixa às pessoas que nunca experimentaram, ou que têm dúvidas sobre esta técnica?

EL – Venha até ao Centro de Reflexologia da Madeira e procure sempre terapeutas qualificados e com formação no nosso centro, ou entre no site da RIEN para ter mais informações.

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest