Rajoy recusa encontrar-se com Carles Puigdemont

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, rejeitou hoje o pedido de Carles Puigdemont para um encontro após a vitória do campo separatista na Catalunha.

Em reposta à proposta de diálogo emitida desde Bruxelas pelo ex-presidente do governo catalão, Rajoy disse que apenas está disposto a conversar com quem venceu as eleições na Catalunha: Inés Arrimadas, a cabeça de lista do partido anti-independência Cuidadanos.

Os partidos que defendem a independência da Catalunha obtiveram nas eleições autonómicas de quinta-feira uma maioria absoluta e prometem manter a ideia de independência reclamada a Madrid.

Os partidos independentistas obtiveram 70 dos 135 lugares do parlamento, no entanto, o partido vencedor das eleições foi o Cidadãos. A cabeça de lista, Inés Arrimadas, admitiu que não poderá ser chefe do governo regional, considerando a “lei injusta” que “dá mais lugares a quem tem menos votos”.

As eleições, recorde-se, foram convocadas pelo chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, no final de Outubro, no mesmo dia em que decidiu dissolver o parlamento da Catalunha e destituir o executivo regional presidido por Carles Puigdemont por ter declarado unilateralmente a independência da região.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger