Portugal pode seguir o modelo islandês na igualdade salarial

A secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Rosa Monteiro, admitiu hoje a hipótese de Portugal seguir o modelo islandês que proíbe que as empresas paguem mais aos homens que às mulheres, requerendo-lhes provas de que praticam a igualdade salarial entre géneros, para obter certificação.

A hipótese foi avançada esta terça-feira, à Renascença, tendo a governante declarado que as recentes propostas do Governo da República já tiverem em conta as leis aprovadas lá fora.

“O Governo português tem vindo a ter contactos com o Governo islandês e também com o alemão”, no sentido de “estudar a adaptação” da certificação a Portugal, afirmou.

Pin It on Pinterest

Advertisment ad adsense adlogger