Campanha de adoção de animais errantes em Câmara de Lobos

Em articulação com a SPAD – Sociedade Protetora dos Animais Domésticos, a autarquia de Câmara de Lobos promove no próximo dia 13 de janeiro, entre as 14:00 e as 18:00, uma campanha destinada à adoção de cerca de 70 cães errantes que foram recolhidos da via pública pela câmara municipal no município em 2016 e 2017 e que se encontram à guarda da SPAD.

Os interessados em adotar animais deverão dirigir-se à SPAD onde serão recebidos por técnicos daquela associação e da CMCL que prestarão esclarecimentos sobre o procedimento de adoção dos animais.

Esta campanha enquadra-se no âmbito das ações que têm vindo a ser promovidas pela Câmara Municipal de Câmara de Lobos no decurso dos últimos anos referentes à problemática dos animais errantes. Esta ação tem como propósito promover a adoção consciente de animais errantes que se encontram à guarda da Câmara Municipal de Câmara de Lobos, mas também a consciencialização da comunidade em geral sobre a problemática dos animais errantes e sobre os deveres dos donos dos animais, dado que, por força do novo enquadramento legal e legislativo existem novas responsabilidades quer para os donos quer para as autarquias.

A par da atual campana de adoção, para o corrente ano 2018 a edilidade mantém o propósito de promover ações e medidas que visem, por um lado, diminuir o número de animais errantes no concelho e, por outro, apoiar as famílias a realizarem a esterilização, vacinação e identificação os seus animais.

Em articulação com as juntas de freguesia, está, neste momento, em curso um processo de registo de animais domésticos com isenção das correspondentes taxas nas freguesias do Estreito de Câmara de Lobos, Jardim da Serra, Quinta Grande e Curral das Freiras, estando a Junta de Freguesia de Câmara de Lobos a aguardar a deliberação da medida por parte da Assembleia de Freguesia.

A ação municipal relativa à problemática dos animais errantes foi iniciada em dezembro de 2016, tendo já sido concretizadas diversas iniciativas enquadradas na campanha de sensibilização denominada «Causa Animal», de onde já resultou a adoção de cerca de 30 animais errantes; assim como a realização de diversas visitas dos alunos das escolas do concelho à SPAD tendo em vista consciencializar as crianças e jovens para a situação dos animais abandonados; a realização de campanhas de vacinação e esterilização de animais domésticos de famílias carenciadas; o lançamento de um calendário de sensibilização da população para adoção de animais, o qual foi lançado no passado mês de dezembro, entre outras ações.

Para além de todo este trabalho, está em curso, desde o passado dia 16 de setembro de 2017 o protocolo entre a AMRAM e a Vetmedis – Sociedade Veterinária, Lda. que visa recolher para vacinação antirrábica, esterilização e identificação eletrónica animais errantes do Município de Câmara de Lobos.

A autarquia, para além de assegurar toda a articulação logística deste processo, promoverá, através dos seus canais de comunicação, a adoção dos animais recolhidos.

Refira-se que, por força do novo enquadramento jurídico-legal e das novas responsabilidades transferidas para as autarquias em matéria de direitos dos animais, a CMCL despendeu no ano 2017 cerca de 100 mil euros para atender à recolha, guarda e tratamento de animais errantes, bem como de outras ações de esterilização e vacinação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest