SESARAM com falta de camas para internamentos de situações de agudos

Um comunicado emitido pelo SESARAM, nesta quinta-feira, informa o seguinte: «Na sequência da informação veiculada nos meios de comunicação social, o SESARAM considera necessário reforçar que nos últimos dias tem sido verificada uma afluência excecional ao Serviço de Urgência do Hospital Dr. Nélio Mendonça, com particular agravamento nos dias de ontem e de hoje.

Verifica-se a falta de camas para internamento de situações de agudos (utentes que aguardam no Serviço de Urgência uma vaga nas enfermarias das respetivas especialidades) pelo facto das camas estarem ocupadas por situações de altas clínicas.

O SESARAM, EPE está empenhado em encontrar soluções excecionais, para ultrapassar esta questão, por forma a garantir os cuidados de saúde a prestar aos utentes da Região, através das soluções possíveis, face a estas circunstâncias excecionais.

Compreendemos que as altas clínicas constituem um verdadeiro flagelo social, mas lembramos que a missão do SESARAM, EPE é a prestação de cuidados de saúde, cuidados e tratamentos continuados e cuidados paliativos à população.

Estamos cientes de que o recurso adequado aos serviços de saúde disponíveis possibilitará uma melhor resposta na prestação de cuidados, em conformidade com as necessidades da população. O utente deve recorrer ao seu Centro de Saúde e só em situações graves ou urgentes deve deslocar-se ao Serviço de Urgência do Hospital Dr. Nélio Mendonça».

Pin It on Pinterest