Águas do Funchal otimizam sistema de pagamento da fatura da água

A Câmara Municipal do Funchal atualizou o seu sistema de cobrança dos serviços de água e saneamento básico, pelo que, já a partir do presente mês, os munícipes terão a possibilidade de regularizar o valor de uma fatura em atraso via multibanco, num prazo máximo de 15 dias após a data de vencimento da mesma, sendo depois a acumulação de juros diários, que é uma imposição legal, cobrada na fatura seguinte. O Vice-Presidente Miguel Silva Gouveia destaca a nova medida como “mais um avanço nas políticas de desmaterialização, desburocratização e de modernização administrativa do atual Executivo.”

O autarca, que tem a tutela das Águas e do Saneamento Básico no Funchal, realça que “têm sido dados passos muito importantes com vista à mudança de paradigma na relação do munícipe com a autarquia, como se verifica pela agilização de muitos processos que implicam comunicação direta com a edilidade.” Neste caso, até agora, em situação de atraso no pagamento nas faturas da água, o cidadão teria de deslocar-se à Loja do Munícipe para a regularização do valor em atraso e dos respetivos juros diários acumulados.

A partir de agora, as Águas do Funchal disponibilizam, contudo, a possibilidade de pagar via multibanco essas faturas, “uma pequena alteração, mas que representa uma grande mais- valia em termos de conforto”, refere Miguel Silva Gouveia, “uma vez que o munícipe deixa de estar obrigado a deslocar-se à Loja do Munícipe para a regularização da fatura em atraso, quando falha o prazo por uma questão de dias. Verifica-se, desta forma, uma evidente simplificação do processo de pagamento e acreditamos que este novo formato poderá, inclusive, prevenir situações de Execução Fiscal.”

O Vice-Presidente relembra outras práticas de excelência implementadas pelas Águas do Funchal ao longo dos últimos anos, “privilegiando sempre os interesses dos munícipes”. Em 2016, foi implementado um sistema de fatura eletrónica, que prevê o envio da fatura da água por correio eletrónico, e que já abrange cerca de 4 mil contas de água funchalenses.

Em 2018, as faturas da água começaram, igualmente, a ser remetidas com maior antecedência e perante um novo modelo que inclui o histórico de pagamentos e os consumos dos seis meses transatos.

Mais recentemente, foi implementado o conceito de Bom Pagador, que permite que um munícipe que não incorra em qualquer incumprimento no pagamento de faturas da água nos 12 meses anteriores, possa beneficiar de um adiamento da execução fiscal em caso de atraso no pagamento. Isto é, fica isento da situação imediata de ilegalidade, até que regularize a sua situação num período razoável de tempo, e durante o qual será inclusive contactado pelos serviços camarários para o efeito.

Pin It on Pinterest