Emissão Filatélica celebra 70 anos das Relações Diplomáticas entre Filipinas e Portugal

Os CTT celebram o 70º aniversário do estabelecimento de relações diplomáticas entre Portugal e Filipinas com uma emissão de selos emitida a 24 de outubro. Celebrar a história entre estes dois povos é o objetivo desta emissão filatélica.

Como tema desta emissão filatélica foram escolhidas as flores tradicionais de ambos os países. No caso de Portugal, o Rosmaninho-maior, que representa a modéstia, simplicidade, equilíbrio, harmonia e comunicação; e no caso das Filipinas, o Jasmim Árabe, conhecido localmente como “sampaguita” que é o ícone universal de esperança e de espiritualidade.

Foi em 1520 que foi descoberto o estreito que liga os dois oceanos, Atlântico e Pacífico, e foi um ano depois, em 1521, que Fernão de Magalhães, ao serviço do Rei de Espanha Carlos V, chegou às Filipinas onde acabou por morrer em combate no mês de abril desse mesmo ano. Tomé Pires, boticário português que viveu no Oriente, mencionou as Filipinas na Suma Oriental e deu uma exata descrição das Molucas.

Esta emissão é composta por dois selos: o selo Português com o valor facial de 0,47€ e uma tiragem de 135 000 exemplares e o selo das Filipinas com o valor facial de 0,80€ e uma tiragem de 115 000 exemplares. Os selos têm o formato de 40 X 30,6mm e o design esteve a cargo de Nuno Farinha.

As obliterações de primeiro dia serão feitas nas lojas dos Restauradores em Lisboa, Munícipio no Porto, Zarco no Funchal, e Antero de Quental em Ponta Delgada.

Pin It on Pinterest