‘Açores são referência na captação de fundos para a Ciência’

O secretário regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou ontem, na cidade da Horta, que os Açores são uma “região de referência” no que respeita à captação de fundos europeus para a investigação e a inovação, salientando que estes fundos “têm sido aproveitados com êxito por alguns centros de investigação regionais”.

Gui Menezes, que falava no final de uma reunião com o eurodeputado Ricardo Serrão Santos, lembrou que o Fundo Regional para a Ciência e Tecnologia, em conjunto com outros parceiros, obteve este ano uma taxa de aprovação de projetos INTERREG “muito interessante”, tendo sido aprovados seis projetos que “representam um investimento para os Açores superior a um 1,2 milhões de euros”.

O governante açoriano manifestou-se também satisfeito com o novo programa do Parlamento Europeu destinado a financiar projetos de investigação relacionados com a biodiversidade nas Regiões Ultraperiféricas, frisando que este programa, que prevê um financiamento de um milhão de euros, poderá constituir-se como “uma mais-valia para os Açores”, incentivando as instituições do sistema científico regional a candidatar-se.

“Este programa poderá contribuir para o desenvolvimento sustentável na nossa Região”, disse, acrescentando que as Regiões Ultraperiféricas, pela elevada taxa de diversidade de espécies da Europa, têm “uma relevância grande na Estratégia Europeia da Biodiversidade”.

Neste encontro com o eurodeputado foram também debatidos assuntos relacionados com o setor das pescas, nomeadamente a manutenção da quota do goraz para os Açores para o próximo biénio, tendo Gui Meneses sublinhado “a importância do conhecimento científico para salvaguardar as atividades económicas da Região”.

Pin It on Pinterest