Receitas de Serviços da Vodafone Portugal crescem 2,2%

A Vodafone Portugal consolida a tendência de melhoria dos indicadores de negócio nos três meses findos em dezembro, naquele que é o terceiro trimestre do seu ano fiscal que teve início em abril de 2016 e terminará em março deste ano.

“As Receitas de Serviços atingem 227 milhões de euros entre outubro e dezembro, um incremento de 2,2% face ao período homólogo e igual ao registado no trimestre anterior (Q2: +2,2% YoY). Este desempenho revela uma evolução positiva do principal indicador de negócio pelo quinto trimestre consecutivo. No período em análise, as Receitas Totais sobem 2,0% YoY (Q2: +1,5% YoY).

Esta performance traduz uma estabilização do segmento móvel, impulsionada por uma oferta cada vez mais completa e competitiva, e um crescimento sustentado do segmento fixo, em particular da TV por subscrição, na qual a Vodafone é o operador que mais cresce há 12 trimestres consecutivos”, revela a empresa em comunicado.

De outubro a dezembro, a Vodafone aumenta a sua base de Clientes fixos em 20,7% YoY para cerca de 571 mil. Estes dados confirmam que o mercado reconhece cada vez mais as caraterísticas diferenciadoras da oferta Tv Net Voz. No terceiro trimestre, a Vodafone lançou mais uma iniciativa que permite aos Clientes comprovar as velocidades de fibra contratadas no momento de instalação do pacote. Esta medida atesta a absoluta confiança da Vodafone na superioridade da sua rede de fibra de última geração que chega já a mais de 2,6 milhões de lares e empresas.

“Os resultados positivos alcançados durante o terceiro trimestre e os elevados níveis de notoriedade da Vodafone Portugal, reconhecidos pelos Clientes e pelo mercado em estudos independentes, indicam que continuamos a caminhar na direção correta. Num sector cada vez mais competitivo e convergente, a Vodafone tem surpreendido continuamente os seus Clientes, apresentando produtos e serviços inovadores e desempenhando um papel cada vez mais relevante na estratégia de TV do Grupo Vodafone”, afirma Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal.

Pin It on Pinterest