Detida suspeita da prática de um crime de profanação de cadáver

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, deteve uma mulher pela presumível prática de, pelo menos, um crime de profanação de cadáver. O cadáver, que se julga ser de um escocês de 59 anos de idade, foi localizado e exumado na tarde do dia de ontem, por elementos da Polícia Judiciária da Guarda e do Laboratório de Polícia Cientifica.
Concluiu-se, assim, uma fase da investigação, iniciada com a notícia do desaparecimento da vítima, procurando-se apurar, agora, as causas da morte.
Por determinação da autoridade judiciária, que presidiu às diligências, a detida, de 46 anos de idade, vai ser sujeita a julgamento em processo sumário.

Pin It on Pinterest