Tráfico de pessoas – menor detetado no Aeroporto de Lisboa

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, no aeroporto de Lisboa, um cidadão estrangeiro por suspeita da prática do crime de tráfico de pessoas.

À chegada de um voo proveniente de Acra no Gana, na passada quarta-feira, apresentaram-se na fronteira um adulto do sexo masculino e um menor, que aparentava cerca de 12 anos, o qual apresentou um documento de viagem alemão emitido para crianças, documento esse que consta nas relevantes bases de dados para apreensão por ter sido furtado em branco.

Em diligências complementares foi possível apurar que o adulto estava na posse de outro passaporte, Ganês, pertença de outro menor.

O indivíduo informou que lhe tinham pedido para acompanhar o menor e proceder à sua entrega, na Alemanha, à sua mãe, exibindo uma autorização da alegada mãe e uma cópia do seu passaporte.

O SEF apurou que o homem está referenciado por delitos relacionados com mão-de-obra ilegal (em Espanha) e que a alegada mãe do menor (agora sinalizado em Lisboa) está referenciada pelo crime de tráfico de menores (na Alemanha), pendendo sobre ela uma indicação de interdição de entrada no Espaço Schengen.

Face ao apurado, o SEF procedeu à detenção do indivíduo por suspeita da prática do crime de tráfico de pessoas.

O detido foi presente às autoridades judiciais competentes, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

O menor foi sinalizado como vítima de tráfico de pessoas, situação acompanhada pela Unidade Anti Tráfico de Pessoas do SEF, e, após comunicação às entidades e autoridades competentes em Portugal, o mesmo foi entregue à guarda de uma Instituição, continuando a ser monitorizado pelo SEF.

 

Pin It on Pinterest