Goldman Sachs vai deslocar empregos do Reino Unido

O banco de investimento norte-americano Goldman Sachs indicou hoje que nos próximos 18 meses vai deslocar empregos do Reino Unido para outros países europeus devido aos riscos associados à saída britânica da União Europeia.
“Vamos contratar pessoas na Europa e haverá mudanças de lugares”, explicou um responsável do banco, Richard Gnodde, em declarações ao canal de televisão CNBC em Londres.

Gnodde disse que o aumento de efectivos na Europa vai envolver “centenas” de pessoas e explicou que a movimentação decorrerá nos próximos 18 meses, devendo estar concluída antes do fim das negociações entre Londres e Bruxelas, que terão lugar a partir de 29 de Março.

Grandes bancos como o HSBC, o suíço UBS ou o norte-americano JPMorgan já indicaram que ponderam deslocar efectivos tendo em conta a incerteza associada ao ‘Brexit’.

“Independentemente do que aconteça, Londres continuará a ser para nós um centro de actividade muito importante, a nível regional e global”, disse o mesmo dirigente.

O Goldman Sachs tem atualmente 6.000 funcionários no Reino Unido.

Pin It on Pinterest