Luis Filipe Borges vai ao Azores Fringe

A associação MiratecArts apresenta o III Encontro Pedras Negras de 26 a 28 de Maio, na ilha do Pico. Na sessão de abertura está confirmada a presença de Luis Filipe Borges, que traz à ilha montanha o seu último livro Destinos em Falta para o Passageiro Distraído. O crítico literário, Professor Vamberto Freitas levará a cabo a apresentação, nas novas instalações da Biblioteca Municipal da Madalena.

Quando Luís Filipe Borges se mudou da ilha Terceira para Lisboa “sentindo-se cidadão de nenhures”, viu uma frase escrita nas paredes de azulejo do Metro que lhe tem servido de inspiração: “Não sou ateniense nem grego, mas sim um cidadão do mundo.” Nas duas décadas seguintes, como escritor, cronista, comediante ou apenas enquanto turista, viajou pelo planeta sempre que pôde, não engrossando as fileiras do turismo de massas nem como viajante profissional, mas permanentemente com um olhar atento e com uma grande disponibilidade para conhecer o outro, para encontrar estórias e perceber o que se passa ao seu redor ou, como diz o autor, “A vida é demasiado breve para beber mau vinho e o nosso bairro é demasiado modesto para lá caber o mundo.”

Assim, o artista pretende beber bom vinho e conhecer novas paisagens e artistas das letras na sua primeira participação com a MiratecArts. O Encontro Pedras Negras é uma oportunidade anual para escritores e individualidades das letras encontrarem-se, discutirem assuntos de interesse, partilharem os seus trabalhos e conhecerem outras pessoas, com os mesmos interesses. O fim de semana de actividades é aberto a qualquer pessoa que tenha publicado um livro ou que participe com jornais e revistas, tanto como cronista ou como jornalista. “Não há convidados,” diz Terry Costa, o diretor artístico da MiratecArts. “São todos abraçados logo que tenham a disponibilidade e interesse no convívio e na partilha literária.” Não-açorianos também são bem vindos e a MiratecArts avança que já está prevista presença vinda do Canadá.

Pin It on Pinterest