Portugal repõe controlo documental nas fronteiras portuguesas durante a visita do Papa Francisco

O Governo determinou, por razões de segurança interna e ordem pública, a reposição do controlo documental nas fronteiras portuguesas durante o período de visita de Sua Santidade o Papa Francisco.

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras é a entidade responsável pelo controlo de fronteiras, nos termos do artigo 2.º da respetiva lei orgânica, aprovada pelo Decreto -Lei n.º 252/2000, de 16 de outubro.

Assim, será reposto, a título excecional e temporário, o controlo documental de pessoas, entre as 00:00 horas do dia 10 de maio de 2017 e as 00:00 horas do dia 14 de maio de 2017, nas fronteiras aéreas, marítimas e terrestres.

Pin It on Pinterest