Família de Chris Cornell nega deduções em torno morte do músico

A família de Chris Cornell, encontrado morto num quarto de hotel em Detroit, nega em comunicado as deduções feitas em torno da sua morte do músico e espera por exames toxicológicos.

O gabinete de medicina legal do condado de Wayne County divulgou na página oficial do Facebook que “o médico legista concluiu a autópsia” ao músico dos Soundgarden, de 52 anos, e que “a causa da morte foi determinada como suicídio por enforcamento.

“O relatório de uma autópsia mais detalhada ainda não foi concluído. Não há informações adicionais neste momento”, apontou também em comunicado.

Corbell, que morreu na quarta-feira, dedicou-se ao ‘grunge’, um estilo de rock alternativo que nasceu no final dos anos 80 em Seattle, Estados Unidos.

O músico foi vocalista de bandas que são símbolos deste movimento como os Soundgarden, os Temple of the Dog e mais recentemente os Audioslave.

No votes yet.
Please wait...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pin It on Pinterest