Ordem dos Enfermeiros pede investigação do Ministério Público

A Ordem dos Enfermeiros (OE) solicitou ao Ministério Público que investigue a morte das 2605 pessoas que estavam, em 2016, em lista de espera para cirurgia.

Em comunicado, divulgado esta quinta-feira, a bastonária da OE, Ana Rita Cavaco, afirma ter pedido ao Ministério Público uma investigação ao caso das pessoas estavam em lista de espera para cirurgia no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e morreram à espera, como revelou uma auditoria feita pelo Tribunal de Contas.

“Julgo ser importante que o Ministério Público apure se existe ou não responsabilidade criminal da tutela, para salvaguarda do SNS e da vida dos portugueses. O tempo da vida não pode ser o tempo da política. E as decisões políticas não são imunes à acção da Justiça”, defende Ana Rita Cavaco em carta enviada à procuradora-geral da República, Joana Marques Vidal, com conhecimento ao presidente da República e à Assembleia da República.

Pin It on Pinterest