Filhos de ex-embaixador acusados de tentativa de homicídio

O Ministério Público deduziu acusação contra os filhos do antigo embaixador iraquiano em Portugal por tentativa de homicídio de um jovem, em Agosto de 2016, em Ponte de Sor, no distrito de Portalegre. A acusação foi divulgada na página da Internet do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora.
“Os arguidos, na sequência de uma discussão e confrontos físicos anteriores, agrediram de forma violenta a vítima, derrubando-a e atingindo-a com murros e pontapés direccionados em especial à cabeça e à face, deixando-a inanimada e só devido à pronta intervenção médico-cirúrgica não sobreveio a morte”, revela a nota do DIAP de Évora.

O caso aconteceu a 17 de Agosto de 2016, quando o jovem Rúben Cavaco foi espancado em Ponte de Sor pelos filhos do embaixador do Iraque em Portugal, Haider e Ridha, gémeos que tinham na altura 17 anos. O jovem sofreu múltiplas fracturas, tendo sido transferido para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa, onde chegou a estar em coma induzido.

As famílias chegaram a acordo fora dos tribunais sobre o pagamento de uma indemnização à vítima, mas este é um crime público. Os dois filhos do embaixador tinham imunidade diplomática, ao abrigo da Convenção de Viena.

Pin It on Pinterest