Unesco declara Merengue Património Imaterial da Humanidade

O Merengue Dominicano foi, recentemente, elevado a Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO. Desde o passado mês de dezembro, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura passou a integrar este ritmo, que faz parte da identidade do povo dominicano, entre as tradições culturais que devem ser preservadas para as gerações futuras, em todo o mundo.

Para Leila Boasier Budecker, Diretora do Turismo da República Dominicana para Portugal e Espanha, “Receber esta notícia é realmente uma conquista para a cultura Dominicana já que o Merengue tem sido parte de nossa identidade há mais de um século”.

As influências espanholas, africanas e indígenas estão bem presentes nesta expressão cultural, que alimenta a vida diária e social de todos os dominicanos.

Leila Boasier Budecker adianta ainda que, “O Merengue é um ritmo que nos identifica como país e faz parte das nossas raízes. Esta declaração da UNESCO é uma demonstração de como o nosso ritmo transcendeu fronteiras e barreiras linguísticas, conseguindo chegar a todos os cantos do mundo”.

O Merengue complementa assim a lista de Patrimónios Dominicanos reconhecidos pela UNESCO da qual já faziam parte o Espaço Cultural da Irmandade do Espírito Santo dos Congos de Villa Mella e a Tradição do Teatro Dançado Cocolo.

Através do reconhecimento do Merengue como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO, a República Dominicana consolida-se como um destino turístico imperdível das Caraíbas, caracterizado pelas paisagens irrepetíveis, praias excecionais e riqueza cultural ímpar.

Pin It on Pinterest